Boletim do Ministério da Saúde mostra redução de casos de aids no País

Boletim do Ministério da Saúde mostra redução de casos de aids no País
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Medidas tomadas pelo Governo do Brasil para expandir o diagnóstico de pacientes com HIV e assegurar o fornecimento de medicamentos antirretrovirais possibilitaram a redução nos casos e óbitos por aids no País, mostra o Boletim Epidemiológico de HIV/Aids, do Ministério da Saúde.

De acordo com a publicação, no ano passado foram registrados 38 mil novos casos de aids – 5,1% a menos do que em 2015. A taxa de detecção de HIV no período foi de 18,5 a cada 100 mil habitantes. Já no ano anterior, esse indicador era de 19,5/100 mil.

Neste ano, 541 mil pessoas devem receber medicamentos de forma gratuita do Governo do Brasil, único País do mundo com previsão legal para distribuição dos remédios.

Testes e profilaxia

Outra ação que facilita o diagnóstico da infecção é a popularização de testes rápidos. Neste ano, mais de 10 milhões de unidades foram distribuídas, um volume 49% superior ao registrado em 2016. A redução do tempo para início do tratamento de 101 para 41 dias também favoreceu a queda na mortalidade da doença em 7,2% nos últimos dois anos.

Além disso, o Sistema Único de Saúde (SUS) vai passar a adotar a profilaxia pré-exposição ao HIV (PrEP) de modo progressivo. Sete mil tratamentos foram comprados e distribuídos a 22 municípios. Para suprir a demanda, 3,6 milhões de remédios foram adquiridos.

No próximo ano, mais 16 estados devem ter acesso à terapia, voltada para o público-alvo depois do teste de HIV. Também há testes disponíveis em farmácias.

Todo esse esforço viabiliza o cumprimento da meta do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (Unaids), já que 91% das 830 pessoas vivendo com HIV já não possuem mais o vírus detectável no sangue.

Fonte:  com informações do Ministério da Saúde e Anvisa

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Deixe uma resposta